Alemanha, Bélgica e Dinamarca podem garantir vaga na próxima Copa do Mundo já nesta rodada; veja cenários

·3 minuto de leitura

O período de decepções da Alemanha parece estar chegando ao fim. Após ser eliminada na primeira fase do Mundial de 2018, 'rebaixada' na Liga das Nações e cair nas oitavas da última Eurocopa, a tetracampeã agora tem bons motivos para sorrir. Hoje, enfrenta a Macedônia do Norte, às 15h45 (de Brasília), pelas Eliminatórias europeias, e torce por uma combinação de resultados para garantir matematicamente um lugar na Copa do Mundo de 2022, no Qatar.

A conta para a seleção do técnico Hansi-Flick, que assumiu o lugar de Joachim Löw após a Euro, é simples: líder do Grupo J com 18 pontos, precisa vencer e torcer para que a Armênia não leve a melhor diante da Romênia, que também jogam hoje. Assim, estarão inalcançáveis e garantidos no Mundial. Nas Eliminatórias europeias, os líderes dos grupos garantem vaga direta, enquanto os segundos vão para a repescagem.

— Nosso objetivo é ver em campo uma equipe entusiasmada. Acho que estamos no caminho certo e queremos seguir melhorando. Queremos manter a nossa filosofia e nos classificarmos — declarou Hansi-Flick, técnico da Alemanha.

Outra que tem boa possibilidade de carimbar o passaporte já nesta rodada é a Bélgica — e sem precisar entrar em campo. Isso porque basta o País de Gales não vencer a Estônia hoje para que os algozes do Brasil em 2018 estejam no Qatar.

Os belgas tem 16 pontos e estão na liderança do Grupo E, contra oito de República Tcheca e de País de Gales. Após esta rodada, os tchecos só terão mais um jogo (chegariam a 14 pontos no máximo) e os galeses (caso não vençam a Estônia) só poderão atingir 15. Assim, a classificação belga seria selada.

Xodó da última edição da Euro, a Dinamarca é a terceira que pode garantir um lugar na próxima Copa do Mundo. Líder do Grupo F com 21 pontos, a seleção que detém a torcida do meia Christian Eriksen tem sete pontos de vantagem sobre a Escócia, segunda colocada.

Ou seja, como há apenas nove pontos em disputa, bater vencer a Áustria amanhã para se classificar. A Dinamarca é uma das poucas que tem 100% de aproveitamento nas Eliminatórias.

Outra possibilidade para os dinamarqueses ficarem com a vaga é a Escócia perder para as Ilhas Faroe.

Entre as tradicionais do futebol europeu, quatro terão que esperar mais rodadas para se classificar, mas dificilmente não estarão no Qatar: a Itália, a Inglaterra, a França e a Holanda.

Terceiros colocados na última Liga das Nações, os italianos estão na ponta do Grupo C com 14 pontos e são seguidas pela Suíça (11) e Irlanda do Norte (5). Como a seleção de Roberto Mancini não entra em campo nesta rodada, irá torcer para um tropeço dos suíços, que enfrentam a Lituânia amanhã. Assim, terão uma combinação de resultados à disposição na 9ª rodada para garantir a vaga.

No Grupo I, a líder Inglaterra tem 19 pontos e enfrenta a Hungria amanhã. Ao mesmo tempo, vê o segundo e terceiro colocados de seu grupo se enfrentarem — a Albânia e a Polônia, que tem 15 e 14 pontos, respectivamente. Se vencer seu jogo, os ingleses darão um passo gigantesco.

Já a França folga na rodada enquanto é líder do Grupo D, com 12 pontos, seguida da Ucrânia, que tem 8. Já a Holanda lidera o Grupo G com 16 pontos, mas vê a Noruega próxima, com 14.

Entre os cabeças de chave, quem demanda mais cuidado é Portugal, que neste momento está indo para a repescagem. Os portugueses, que enfrentarão Luxemburgo amanhã, terão em 2º lugar com 13 pontos, a um menos a que líder Sérvia.

— Não vamos ficar por aqui, vamos lutar por mais — afirmou Cristiano Ronaldo, que virou o jogador com maior número de convocações do futebol europeu.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos