Alemanha começa em 27/12 imunização contra Covid-19 com vacina Pfizer-BioNTech

·2 minuto de leitura
.

BERLIM (Reuters) - A Alemanha vai iniciar imunização com a vacina da Pfizer-BioNTech contra Covid-19 em 27 de dezembro, com prioridade para idosos em asilos, informou o governo da cidade de Berlim nesta quarta-feira.

O anúncio foi feito no momento em que a Alemanha registrou seu maior número diário de mortes por Covid-19 e entrou em um lockdown rígido, numa tentativa de reduzir as infecções.

Como membro da União Europeia, a Alemanha precisa aguardar que a Agência Europeia de Medicamentos (EMA) aprove a vacina. A previsão é que o anúncio seja feito em 21 de dezembro.

Uma autoridade de alto escalão da UE disse nesta quarta-feira que o bloco pode dar sua aprovação final para a vacina Pfizer-BioNTech em 23 de dezembro.

"Os estados federais começarão a vacinação contra o novo coronavírus SARS-CoV-2 em 27 de dezembro", disse o governo de Berlim em comunicado após uma conferência entre o ministro da Saúde, Jens Spahn, e autoridades de 16 Estados da Alemanha.

Spahn expressou frustração com a falta de aprovação de uma vacina parcialmente desenvolvida na Alemanha, embora países como Reino Unido e Estados Unidos já estejam realizando a vacinação.

O número de mortes registradas por Covid-19 saltou para um recorde de 952 na quarta-feira. O recorde anterior era de 598 na sexta-feira passada.

No entanto, os números de quarta-feira não são inteiramente comparáveis aos dias anteriores porque foram inflados por um problema técnico em um Estado, disse o Instituto Robert Koch de doenças infecciosas, que reúne os dados.

Receios de que a pandemia esteja saindo do controle fizeram a chanceler Angela Merkel e governadores anunciarem no domingo um lockdown rígido, de 16 de dezembro até 10 de janeiro.

(Por Holger Hansen, Andreas Rinke e Madeline Chambers)