Alemanha concorda com envio de tanques Leopard 2 à Ucrânia (imprensa)

A Alemanha enviará tanques Leopard 2 à Ucrânia, que os pede com insistência para conter o avanço do Exército russo, noticiaram, nesta terça-feira (24), dois veículos de imprensa alemães. Já os Estados Unidos poderiam enviar à ex-república soviética seus tanques Abrams, indicou o americano "Wall Street Journal".

O chefe do governo alemão, Olaf Scholz, deve dar seu aval amanhã ao envio dos Leopard 2A6, reportou a "Der Spiegel" em seu site, sem citar fontes. A revista acrescentou que seria enviada pelo menos uma dezena desses veículos de combate.

Citando fontes ligadas ao governo, o canal alemão NTV indicou que Scholz está a um passo de ceder à pressão e anunciar que seu país entregará os tanques à Ucrânia. Ele também deve aprovar que outros países entreguem Leopards 2 a Kiev.

Procurado pela AFP, um porta-voz do chanceler alemão não quis comentar essas informações. O líder social-democrata deve se dirigir à câmara baixa do parlamento às 13h locais de amanhã.

Segundo informações divulgadas recentemente pela imprensa, Scholz condicionou o envio de tanques pesados para a Ucrânia a uma decisão semelhante por parte dos Estados Unidos. Especialistas acreditam que o envio desses tanques poderia ter um "impacto significativo" na guerra contra a Rússia.

Horas antes, o ministro da Defesa alemão, Boris Pistorius, prometeu uma decisão rápida e incentivou os países aliados a começarem a treinar as forças ucranianas para usar esse tipo de armamento.

mat/thm/sag/js/lb/mvv