Alemanha concorda com indenização de US$28 mi a famílias de vítimas da Olimpíada de Munique

Entrada do local de massacre na Olimpíada de Munique

BERLIM (Reuters) - A Alemanha e as famílias dos atletas israelenses assassinados nos Jogos Olímpicos de Munique, em 1972, concordaram com uma oferta de compensação totalizando 28 milhões de euros (28 milhões de dólares), disse um porta-voz do Ministério do Interior nesta sexta-feira.

No mês passado, as famílias disseram que estavam descontentes com as últimas ofertas de indenização alemãs e que planejavam boicotar uma cerimônia na segunda-feira em Munique, marcando o 50º aniversário do ataque, em protesto.

O governo federal contribuirá com 22,5 milhões de euros, enquanto 5 milhões de euros virão do Estado da Baviera e 500 mil euros de Munique, segundo o porta-voz.

Em 5 de setembro de 1972, membros da equipe olímpica israelense foram feitos reféns na vila dos atletas por homens armados palestinos do grupo radical Setembro Negro.

Dentro de 24 horas, 11 israelenses, cinco palestinos e um policial alemão foram mortos após um impasse e subsequente esforço de resgate irromper em tiroteio.

(Reportagem de Miranda Murray)