Alemanha mantém duas centrais nucleares ativas até abril

Alemanha mantém duas centrais nucleares ativas até abril

A Alemanha vai manter duas centrais nucleares prontas a operar até abril. O Ministro Federal dos Assuntos Económicos do Partido Verde, Robert Habeck, pretende continuar a utilizar duas das três centrais nucleares ainda ativas no país, servindo como centrais de reserva - em vez de as encerrar no final do ano, como planeado.

As organizações ambientais estão indignadas por um membro dos Verdes estar a abandonar os planos relativos à energia nuclear. Nas redes sociais, Martin Kaiser, da Greenpeace, disse que se está a romper com um consenso social conquistado com muita dificuldade.

A oposição, a CDU/CSU, por outro lado, fala de um erro fatal de Habeck motivado pela política partidária. Segundo o líder do partido, Friedrich Merz, não aproveitar as plenas capacidades de produção de electricidade na situação atual seria um absurdo.

A discussão tem um carácter mais ideológico na Alemanha. Muitos dizem que visto que as centrais nucleares oferecem apenas um alívio mínimo, enquanto "Os Verdes" querem ativar centrais alimentadas a carvão, apesar dos conhecidos riscos para o ambiente.