Alemanha proíbe entrada de brasileiros vacinados com Coronavac

·2 minuto de leitura
Passageiro passa em frente a cartaz sobre teste de covid-19 em aeroporto de Berlim
Aeroporto de Berlim, nna Alemanha (Photo by STEFANIE LOOS/AFP via Getty Images)
  • Alemanha proíbe entrada de brasileiros vacinados com Coronavac

  • País europeu chegou a aceitar brasileiros vacinados com CoronaVac mas recuou na decisão

  • Quem recebeu Pfizer, AstraZeneca, Moderna e Janssen (dose única) está autorizado

A Alemanha recuou e proibiu a entrada de brasileiros vacinados com a Coronavac, produzida pelo laboratório chinês Sinovac em parceria com o Instituto Butantan. Inicialmente, o país aceitava os turistas brasileiros imunizados com a Coronavac que apresentavam um teste negativo de PCR nos portos, aeroportos, estações de trem e nos acessos rodoviários.

Mas a Embaixada da Alemanha, em Brasília, publicou uma nota afirmando que só poderão entrar no país os estrangeiros que estiverem vacinados com imunizantes aprovados pela Agência Europeia de Medicamentos (EMA), órgão equivalente à Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária).

Leia também:

Quem recebeu Pfizer, AstraZeneca, Moderna e Janssen (dose única) está autorizado.

Em 23 de agosto, a Alemanha anunciou que a Coronavac estava sob análise. No dia 17 de setembro, o Instituto Robert Koch (RKI), a agência governamental alemã para o controle e a prevenção de doenças infecciosas, informou que a partir do dia 19 de setembro viajantes vindos do Brasil teriam entrada facilitada porque o país deixou de ser classificado como uma zona de alto risco pelo instituto.

Isso quer dizer que brasileiros poderiam entrar no país europeu sem fazer a quarentena de dez dias, desde que apresentem um teste negativo para covid-19 ou um comprovante de que se recuperaram da doença.

Na ocasião, o entendimento era de que pessoas imunizadas com a Coronavac poderiam entrar no país desde que apresentassem um teste PCR negativo feito até 72 horas antes da chegada ao país ou um teste de antígeno negativo feito em até 48 horas antes da entrada na Alemanha.

A nota atualizada pela Embaixada alemã na última sexta-feira (24) deixa uma ordem expressa: a Coronavac segue não aprovada, nem reconhecida pela União Europeia, e pela Alemanha, portanto, pessoas que tomaram esse imunizante não podem entrar no país.

Há algumas exceções de pessoas que podem entrar com a Coronavac desde que apresentem um teste PCR negativo feito até 72 horas antes da chegada ao país ou um teste de antígeno negativo feito em até 48 horas antes da entrada na Alemanha.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos