Alemanha quer mais integração na UE e pede um novo tratado (imprensa)

A chanceler alemã, Angela Merkel, quer um novo tratado da União Europeia (UE) para avançar na questão da integração e está tentando convencer a seus sócios a aderir ao mesmo, afirma o semanário Spiegel em sua edição de segunda-feira.

"O governo Federal quer fazer avançar a integração europeia", afirma a revista, segundo a qual a chanceler deseja que "os chefes de Estado e de governo mantenham uma reunião para estabelecer as novas bases jurídicas da UE".

Segundo o Der Spiegel, "o assessor para assuntos europeus da chanceler, Nikolaus Meyer-Landrut, conduziu debates em torno deste projeto em Bruxelas".

Será fixada uma data para manter uma reunião sobre este tema durante um encontro em dezembro, diz o Der Spiegel.

De acordo com o semanário, Berlim cogita a ideia de que o tribunal de justiça da UE possa por exemplo adquirir o direito de vigiar os orçamentos dos Estados membros e castigar os que geram déficit".

Contudo, segundo o periódico, "a proposta não provocou entusiasmo entre a maioria dos países-membros". "Durante um encontro informal de dez ministros de Relações Exteriores, uma maioria rejeitou a ideia de tal reunião, adiantada pelo ministro alemão, Guido Westerwelle", segundo a mesma fonte.

Há vários meses, Merkel pede "mais Europa" para responder aos desafios plantados pela crise do euro.

"Também há etapas para uma maior integração que requererão mudanças no tratado (da UE). Contudo, ainda não chegamos a isso", declarou a chanceler ao final de maio durante uma reunião no mar Báltico.

Carregando...

Siga o Yahoo Notícias