Alemanha, Reino Unido e França pedem que Irã interrompa 'escalada nuclear'

Alemanha, Reino Unido e França pediram nesta quinta-feira, em declaração conjunta, que o Irã ponha fim à "escalada nuclear" e aceite "com urgência" o acordo que está sobre a mesa desde março para retomar o pacto de 2015.

A Agência Internacional de Energia Atômica (AIEA) havia denunciado horas antes a decisão de Teerã de retirar 27 câmeras de vigilância de suas instalações nucleares, temendo um "sério desafio" às negociações sobre o programa nuclear iraniano em Viena.

Em relação ao acordo que está sobre a mesa desde março, "lamentamos que o Irã ainda não tenha aproveitado essa oportunidade diplomática", dizem os três países na declaração, divulgada pelo Ministério das Relações Exteriores da Alemanha. "Pedimos ao Irã que o faça imediatamente."

No documento, Alemanha, Grã-Bretanha e França também condenam a decisão de Teerã de remover as câmeras. "Isso agrava a situação e complica nossos esforços para restaurar totalmente" o acordo de 2015. "Também alimenta o ceticismo em relação ao interesse do Irã em honrar o acordo."

yap/fjb/sag/dbh/lb

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos