Alemanha torna crime tirar fotografias por baixo da saia de mulheres

Berlim, Alemanha (AP Photo/Franka Bruns)

Tirar fotos escondidas sob as saias das mulheres, prática conhecida como "upskirting", vai se tornar uma infração na Alemanha, anunciou o governo na última quarta-feira (13), meses depois de uma lei semelhante ter sido votada no Reino Unido.

— A realização não autorizada de imagens, ou sequências filmadas, mostrando áreas íntimas de outras pessoas que foram fotografadas ou filmadas sob seus vestidos será punível — anunciou o porta-voz do governo, Steffen Seibert, em uma entrevista coletiva.

O simples fato de tirar uma foto semelhante constituirá uma infração, assim como compartilhá-la. O parlamento alemão ainda deve aprovar o projeto para torná-lo lei. Segundo o texto, é proibido tirar fotos de decotes sem o conhecimento ou a aprovação da pessoa.

Até agora, esse tipo de prática não era considerado crime, a menos que estivesse acompanhada por toques, ou assédio à vítima.

A decisão do governo alemão acontece meses após a Inglaterra e os Países de Gales tornarem a prática um crime. Os debates em torno do  "upskirting" se acirraram nos dois países após investigações revelarem que diversas mulheres —  de crianças a idosas  — foram vítimas dessa forma de assédio.   

O "upskirting", que significa "subir a saia" em inglês, se tornou nos últimos anos uma prática mais facilmente alcançável graças à miniaturização de câmeras e dispositivos fotográficos.