Alemanha transformará hotéis e grandes salas em hospitais

A chanceler alemã Angela Merkel durante coletiva de imprensa, em Berlim

A Alemanha transformará hotéis e grandes salas em hospitais para aumentar a capacidade de atenção dos serviços de cuidados intensivos para pacientes do novo coronavírus, anunciou o governo nesta quarta-feira.

A criação dessas estruturas provisórias, que não proverão atenção sanitária comum, "deve permitir aos hospitais concentrarem-se na ampliação de sua capacidade nos cuidados intensivos", informou o governo em comunicado.

A Alemanha prevê duplicar o número de leitos com respiradores nos hospitais, com o objetivo de garantir a atenção os pacientes afetados pelo vírus.

A Alemanha dispõe no dia de hoje de aproximadamente 25.000 leitos desse tipo, muitas mais do que França e Itália.

Com mais de 80 milhões de habitantes, o país conta com 8.000 casos confirmados do novo coronavírus e entre 12 e 16 mortos, segundo as estimativas.