Alerj aprova criação de cadastro com números da Covid-19 entre servidores do Estado

·1 minuto de leitura

A criação de um cadastro com a quantidade de servidores estaduais acometidos ou mortos por Covid-19 foi autorizada ontem pela Assembleia Legislativa do Rio, que aprovou projeto de lei dos deputados Luiz Paulo (Cidadania) e Lucinha (PSDB). A norma, que prevê a organização dos números por instituição e regime de trabalho (presencial, remoto ou híbrido), segue para sanção do governador Cláudio Castro.

A ideia é que os setores de recursos humanos enviem as informações anonimizadas mensalmente, até o quinto dia útil do mês seguinte, à Secretaria de Planejamento e Gestão (Seplag), que ficará responsável por administrar e divulgar o cadastro.

— É importante ter esses dados para orientar decisões relacionadas aos servidores e protegê-los. Poderemos saber como a pandemia impacta diferentes unidades — disse Luiz Paulo.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos