'Alerta' de internauta à Renan causa bate-boca e interrompe sessão da CPI; entenda

·2 minuto de leitura
CPI da Covid no Senado
Ex-servidor do Ministério da Saúde Marcelo Blanco depõe hoje na CPI da Covid no Senado (Foto: REUTERS/Adriano Machado)

Mensagens trocadas entre o tenente-coronel Marcelo Blanco, ex-servidor do Ministério da Saúde, e o Cristiano Carvalho, representante da Davati, geraram uma discussão na CPI da Covid no Senado nesta quarta-feira (4).

O advogado do tenente-coronel apresentou as mensagens trocadas entre os dois, mas faltavam trechos, segundo o presidente da CPI, senador Omar Aziz (PSD-AM). Em um primeiro momento, o relator da CPI, Renan Calheiros (MDB-AL), afirmou que a íntegra do material havia sido enviado por um 'internauta', mas depois corrigiu dizendo que o internauta apenas havia lembrado que a CPI já tinha o conteúdo, consequência de quebra de sigilos.

Leia também

O fato gerou uma discussão entre o relator e o senador Marcos Rogério (DEM-RO).

"CPI está com um gabinete paralelo, instruindo o relator, viciando o processo", criticou o parlamentar aliado ao governo de Jair Bolsonaro.

"Está querendo ocultar o quê?", questionou Renan Calheiros.

A senadora Eliziane Gama (Cidadania-MA) alertou que "destruição de provas é crime".

Pedido de propina

Blanco confirmou que participou do jantar em que o ex-diretor de Logística do Ministério da Saúde Roberto Ferreira Dias supostamente teria pedido propina de US$ 1 por dose ao policial militar e vendedor Luiz Paulo Dominguetti Pereira, da Davati Medical Supply, em 25 de fevereiro deste ano, em um restaurante do Brasília Shopping. No entanto, ele negou que houve o pedido de propina.

Em seu depoimento à CPI, o ex-assessor do Ministério da Saúde ainda afirmou que discutiu sobre a comercialização de vacinas contra a Covid-19 para o mercado privado antes mesmo de existir legislação que tratasse do tema ou mesmo um projeto de lei.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos