Alerta Vermelho | Filme já é o segundo mais assistido da história da Netflix

·2 min de leitura

A aposta da Netflix em investir pesado em um dos elencos mais carismáticos (e caros) de Hollywood parece ter dado certo. De acordo com o Deadline, Alerta Vermelho já é o segundo filmes mais assistido da história da plataforma e caminha com certa tranquilidade para ser o primeiro muito em breve.

Ao todo, o filme estrelado por Dwayne "The Rock" Johnson, Ryan Reynolds e Gal Gadot já foi assistido por um total de 227,9 milhões de horas em todo o mundo. Em tese, é como se cerca de 114 milhões de usuários tivessem assistido à produção de ponta a ponta — embora a gente saiba que, na prática, o número de pessoas é bem maior, já que nem todo mundo viu até o fim.

Popularidade do trio já se converteu em números para a Netflix (Imagem: Divulgação/Netflix)
Popularidade do trio já se converteu em números para a Netflix (Imagem: Divulgação/Netflix)

Só que essa tecnicidade está longe de ser um problema para a Netflix, que comemora o bom resultado com o público, apesar das críticas bastante negativas que o longa vem recebendo. Tanto que a plataforma espera que Alerta Vermelho assuma o topo de lista em pouco tempo, já que a diferença para o líder é bem pequena.

Até então, o filme mais assistido do streaming até hoje é Bird Box, que totalizou 282 milhões de horas desde a sua estreia, em dezembro de 2018. Assim, em pouco menos de 20 dias, The Rock, Reynolds e Gadot já caminham para superar esse marco.

Como os próprios números da empresa revelam, Alerta Vermelho segue em alta. Entre os dias 15 e 21 de novembro — ou seja, já em sua segunda semana na plataforma —, ele foi assistido por um total de 129,1 milhões de horas. Apenas em termos comparativos, o segundo filme mais assistido no período, A Princesa e a Plebeia: As Vilãs Também Amam, teve 24,77 milhões de horas.

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech:

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos