Alexandre de Moraes marca nova reunião com ministro sobre segurança das urnas

Presidente do TSE durante as eleições, Alexandre de Moraes é alvo constante de críticas por parte de bolsonaristas - Foto: REUTERS/Adriano Machado
Presidente do TSE durante as eleições, Alexandre de Moraes é alvo constante de críticas por parte de bolsonaristas - Foto: REUTERS/Adriano Machado
  • Alexandre de Moraes marca nova reunião com Paulo Sergio Nogueira;

  • Presidente do TSE e ministro da Defesa continuarão diálogo sobre segurança das urnas;

  • Militares defendem que processo de testagem seja alterado.

O ministro e presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), Alexandre de Moraes, marcou para a próxima quarta-feira (31) uma nova reunião com o Ministro da Defesa, Paulo Sergio Nogueira. O objetivo é continuar o diálogo sobre a integridade das urnas eletrônicas.

Este é o segundo encontro entre ambos, previsto para começar às 10h. Conforme apurado pela CNN, Nogueira deve insistir na necessidade de melhorar a segurança do sistema eleitoral e comparecerá ao lado de um técnico.

Por que a reunião foi marcada?

Na avaliação dos militares que compõem a Comissão de Transparência, um teste de integridade das urnas poderia aumentar a confiabilidade na exatidão do sistema. Moraes e Nogueira continuarão tentando chegar a alguma convergência sobre o processo.

Atualmente, as urnas já são testadas e sorteadas, mas são levadas aos tribunais regionais. Os militares, no entanto, defendem uma alternação, de forma que as urnas sejam testadas nas próprias sessões eleitorais, com a participação dos eleitores com o uso da biometria.

A primeira reunião aconteceu no dia 23 de agosto em tom cordial, segundo O Globo. Na ocasião, Moraes sinalizou que ouviria a equipe técnica do tribunal a respeito das sugestões feitas pelos militares. Nogueira tem afirmado que ainda é possível que o TSE acate as mudanças no processo eleitoral, apesar de faltar 40 dias para o primeiro turno das eleições deste ano, marcadas para o dia 2 de outubro.