Frota dispara contra Bolsonaro: 'Não é burro, mas é um idiota ingrato'

Frota disparou contra o presidente Jair Bolsonaro em sua primeira entrevista após a expulsão. (Foto: Reprodução)

RESUMO DA NOTÍCIA

  • Em entrevista à Folha, Alexandre Frota disparou contra o presidente Jair Bolsonaro

  • “Idiota ingrato” e “infantil” foram alguns dos adjetivos usados pelo deputado para classificar Bolsonaro

O deputado federal Alexandre Frota (Sem Partido-SP), expulso do PSL nesta semana, disparou contra o presidente Jair Bolsonaro (PSL), a quem chamou de “idiota ingrato que nada sabe” e “infantil”.

SIGA O YAHOO NOTÍCIAS NO INSTAGRAM

Em entrevista à Folha de São Paulo, o parlamentar - que foi expulso do partido após diversas críticas públicas ao presidente - traçou um comparativo entre a carreira dos dois antes de ocuparem cargos políticos.

Leia também

“Bolsonaro não foi ninguém no Exército, saiu expurgado de lá, não foi brilhante, ou estou errado? Não estou. Eu, como ator pornô, dei mais certo do que ele no Exército. Bolsonaro está fazendo parte de uma matilha cultural e social de extrema-direita, que assim como a esquerda, que durante muito tempo trabalhou isso, acham que vão dominar o país”.

Frota afastou a pecha de “burro” de Bolsonaro, mas o classificou como um “idiota ingrato”, “infantil” e disse que o ex-capitão do Exército não está preparado para o cargo para o qual foi eleito.

“Bolsonaro não é burro, senão ele não chegaria onde chegou, mas é um idiota ingrato que nada sabe. Aquela cadeira de presidente ficou grande para ele e ele se lambuzou com o mel da Presidência. Bolsonaro se mostra, muitas vezes, infantil. Ele não está preparado para o cargo para o qual foi eleito, para o qual eu, infelizmente, ajudei a elegê-lo”.

“CASTELINHO DE AREIA VAI RUIR”

Ao assumir um tom mais enfático nos ataques contra Bolsonaro, Frota destacou que o presidente deveria “levantar as mãos para o céu” por ainda ter em seu governo os ministros da Economia e da Justiça, Paulo Guedes e Sergio Moro, respectivamente.

“A impressão que eu tenho é que o Bolsonaro não saiu da campanha. Ele acha que o Palácio (do Planalto) é um palco. Ele tem que levantar as mãos para o céu por ele ainda ter do lado dele o Paulo Guedes, o Sergio Moro. Mas o castelinho de areia uma hora vai ruir e ele vai ficar perdido como um cachorrinho vira-lata numa montanha de lixo”.

Sem citar nomes, parlamentar revelou ainda que existem vários insatisfeitos com Bolsonaro dentro do PSL, mas que nenhum deles têm coragem de “meter a cara”. Entre os citados estão nomes como do pastor Magno Malta, o ex-ministro Gustavo Bebianno e o deputado Julian Lemos, que Frota acredita terem sido "deixados para trás".

PREFEITURA NÃO

A respeito de seu futuro na política, disse que não pretende disputar as prefeituras de São Paulo ou do Rio de Janeiro. Frota declarou apoio público no PSL à uma possível candidatura da deputada Joice Halssemann caso ela queira disputar a prefeitura de São Paulo. Sobre o nome da parlamentar, Frota ainda destacou que a ideia encontra resistência no deputado Eduardo Bolsonaro, filho do presidente, que defende a candidatura do apresentador José Luiz Datena, da TV Band.