Alguns meninos foram retirados de caverna na Tailândia adormecidos, diz socorrista

O comandante Chaiyananta Peeranarong concede uma entrevista no aeroporto de Chiang Rai

Alguns dos meninos tailandeses presos numa caverna foram resgatados em macas "adormecidos", informou nesta quarta-feira à AFP um socorrista, ex-membro dos SEALs da Marinha da Tailândia, que participou da operação.

Trata-se dos primeiros detalhes revelados sobre a complexa operação de resgate dos 12 garotos e seu treinador de futebol, presos durante duas semanas em uma caverna inundada no norte do país, e de onde foram retirados em grupos.

"Alguns deles estavam adormecidos, outros moviam os dedos (como se estivessem) 'grogues'. Mas respiravam", explicou o comandante Chaiyananta Peeranarong, que foi o último socorrista a deixar a caverna após o resgate dos jovens, com entre 11 e 16 anos, e seu treinador de futebol.

A operação, iniciada no domingo, terminou ontem, com o resgate do terceiro e último grupo.

As crianças foram colocadas em quarentena no hospital de Chiang Rai. Apesar de tudo, estão em bom estado físico e mental, segundo as autoridades.

str-rs/apj/mra/sg/me/age/mr