Entrar na Europa vindo da China tem novas regras

Um avião proveniente de Pequim aterrou, esta terça-feira, em Bruxelas, depois de as fronteiras terem estado fechadas durante três anos por causa da pandemia de Covid-19.

Os passageiros da China podem agora viajar para a Europa, mas as preocupações com novas infeções ou variantes estão a aumentar.

Alguns Estados-membros impuseram novas medidas para os voos vindos da China, como a apresentação de um teste negativo no momento do embarque, mas isso não parece demover os passageiros, como a Euronews constatou junto de passageiros que chegaram no voo proveniente de Pequim a Bruxelas.

Um instituto belga está a analisar as águas residuais de todos os aviões provenientes da China, para detetar eventuais novas variantes e avaliar o número de infeções.

A União Europeia recomendou a apresentação obrigatória de um teste negativo realizado até 48 horas antes do embarque, na China, e testagem aleatória aos passageiros à chegada à Europa.