Aliado de Bolsonaro, Cláudio Castro publica e depois apaga post criticando cortes da União a universidades federais

  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
Neste artigo:
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.

Correligionário do presidente Jair Bolsonaro (PL) e pré-candidato à reeleição no Rio, o governador Cláudio Castro (PL), publicou um post nas redes sociais criticando os cortes instituídos pela União a recursos das universidades federais. A publicação, feita nesta quarta-feira, foi apagada minutos depois.

A postagem continha um recorte de um texto veiculado pelo "Diário do Rio", com o título "Enquanto as universidades federais têm cortes de verbas, as estaduais estão prestigiadas". O conteúdo começou a circular no WhatsApp em grupos com apoiadores de Bolsonaro, que manifestaram incômodo com Castro.

Prefeito do RJ: Paes ataca as campanhas de Freixo e Castro ao anunciar desistência de Santa Cruz ao governo

Pesquisa: Disputa entre Castro e Freixo é destaque entre levantamentos divulgados na semana de 11 a 15/07

Eleições 2022: Veja os resultados das últimas pesquisas para governador

Com uma foto do governador do Rio em uma inauguração de um centro de aplicação da Universidade do Estado do Rio de Janeiro (Uerj), o texto ressaltava algumas das realizações de sua gestão, como o fim do contingenciamento do orçamento, aumento dos auxílios e novos concursos e convocações.

Em busca de uma possível reeleição no Rio, o candidato do PL é o nome de Bolsonaro no Rio, mas fará uma campanha buscando se esquivar da polarização nacional. Segundo uma pesquisa Datafolha divulgada no início de julho, a aprovação da gestão de Castro é maior entre aqueles que também consideram ótima ou boa a administração do governo federal - 47% desse grupo avaliam o atual governo do Rio como ótimo ou bom. A três meses das eleições, os levantamentos de intenção de voto mostram um empate técnico entre Castro e Marcelo Freixo (PSB), pré-candidato do ex-presidente Lula (PT).

Procurada, a assessoria de imprensa do governo do Rio ainda não se manifestou.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos