Aliado de Trump, Navarro é acusado de desacato em investigação de ataque ao Capitólio dos EUA

  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
Neste artigo:
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.

O ex-diretor de Comércio da Casa Branca e aliado próximo do ex-presidente Donald Trump, Peter Navarro, foi acusado nesta sexta-feira (3) de desacato ao Congresso depois de recusar intimações do comitê da Câmara que investiga o ataque de 6 de janeiro de 2021 ao Capitólio dos EUA.

Navarro, de 72 anos, foi acusado de se recusar a comparecer para dar seu depoimento e rejeitar entregar documentos ao comitê que investiga os ataques de centenas de apoiadores de Trump que buscavam obstruir a certificação de Joe Biden como vencedor da eleição presidencial de 2020.

Navarro foi colocado sob custódia e deve comparecer ao tribunal na tarde desta sexta-feira, de acordo com o tribunal distrital federal de Washington.

O comitê, que investiga se Trump, seus assessores e outros republicanos importantes instigaram ou lideraram o ataque, acredita que Navarro pode ter informações relevantes para o caso, disse o Departamento de Justiça.

O comitê disse ter informações que mostram que Navarro trabalhou com o ex-assessor político de Trump, Steve Bannon, "para adiar a certificação do Congresso e, em última instância, mudar o resultado das eleições presidenciais de novembro de 2020".

Depois de coletar documentos e entrevistar centenas de testemunhas em particular, o comitê planeja realizar audiências públicas para apresentar seus resultados a partir de 9 de junho.

Navarro descreveu em um livro publicado em novembro a criação de um plano após a eleição, chamado de "Green Bay Sweep", em referência ao futebol americano, para reverter a vitória eleitoral de Biden bloqueando a confirmação no Congresso. Escreveu que Trump estava "de acordo com a estratégia".

pmh/dw/dl/dga/aa

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos