Aliança curdo-árabe entra em aeroporto sob controle do EI na Síria

(Fevereiro) Combatentes das Forças Democráticas Sírias (FDS) em Raqa

Combatentes das Forças Democráticas Sírias (FDS), uma aliança curdo-árabe apoiada pelos Estados Unidos, entraram neste domingo em um aeroporto militar controlado pelo grupo Estado Islâmico (EI) na região norte da Síria.

"As FDS assumiram o controle de mais de 50% do aeroporto militar de Taqba. Dentro e nos arredores do aeroporto estão acontecendo combate. Esperamos controlar o local completamente nas próximas horas", disse o porta-voz do grupo, Talal Sello, à AFP.

A ONG Observatório Sírio dos Direitos Humanos (OSDH) indicou que os jihadistas haviam se retirado do aeroporto em consequência da ação intensiva da artilharia e dos bombardeios da coalizão ocidental liderada por Washington.

O EI controlava o aeroporto desde agosto de 2014 e executou um de seus maiores massacres no local, ao matar 200 soldados do regime.

As FDS tentam forçar uma operação contra a cidade de Taqba, a represa da região e a base aérea, como forma de preparação do ataque contra a cidade de Raqa, capital de fato do EI na Síria, que fica a 55 km de distância.

O grupo extremista está cercado em várias frentes, com ataques simultâneos das forças do governo, apoiadas pela Rússia, e dos rebeldes apoiados pela Turquia.