Aliança de direita lança chapa presidencial com ex-guerrilheiro e ex-rainha da beleza na Nicarágua

·2 minuto de leitura
Sobalvarro e Berenice comemoram a formação da chapa em Manágua

A Aliança Cidadãos pela Liberdade (CXL-direita) da Nicarágua anunciou nesta quarta-feira que o ex-guerrilheiro Oscar Sobalvarro, 68, e a ex-rainha da beleza Berenice Quezada, 27, irão encabeçar sua chapa presidencial para as eleições de 7 de novembro, depois que cinco aspirantes foram presos sob acusações de "traição à pátria".

A dupla é anunciada em meio a duros questionamentos do processo eleitoral devido à onda de prisões de 29 opositores, entre eles sete candidatos à presidência: Cristiana Chamorro, Arturo Cruz, Noel Vidaurre, Juan Sebastián Chamorro, Félix Maradiaga (estes cinco da CXL), Miguel Mora e Medardo Mairena.

Sobalvarro disse que não esperava a nomeação. Berenice foi eleita Miss Nicarágua em 2017 e sua nomeação também surpreendeu, pois ela não tem uma atuação política conhecida.

O anúncio da chapa aconteceu em um hotel da capital, em meio a gritos de "Liberdade para os presos políticos!", enquanto dezenas de policiais cercavam o local.

O processo de inscrição de candidatos para as eleições de 7 de novembro começou nesta quarta-feira e termina em 2 de agosto, de acordo com os prazos estabelecidos pelo tribunal eleitoral, composto em sua maioria por magistrados vinculados ao partido Frente Sandinista de Libertação Nacional (FSLN-esquerda).

O presidente Daniel Ortega, ex-guerrilheiro sandinista de 75 anos, ainda não anunciou oficialmente sua candidatura, embora a propaganda partidária visível em lugares públicos dê a entender que ele tentará se reeleger para o quarto mandato consecutivo.

Oscar Sobalvarro lembrou seu passado como líder da guerrilha dos contras, que enfrentou com armas o sandinismo na década de 1980: "Não encontramos outra opção senão a luta armada.” Mas em 1990, “saímos para votar sob uma ditadura e um país militarizado, mas este povo armado apenas com o voto mostrou-se invencível, e esperamos que essa história se repita”, declarou.

A presidente da CXL, Kitty Monterrey, manifestou: “Somos a única esperança da oposição. Apresentamos hoje essa chapa presidencial porque não são os que ficam, mas sim os que ousam.”

jr/yow/lb

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos