AliExpress amplia voos em 50% para 11/11 e lança "full commerce" no Brasil

Por Andre Romani

SÃO PAULO (Reuters) - O AliExpress, marketplace do gigante chinês Alibaba, terá quatro aviões adicionais para transporte de produtos do exterior ao Brasil durante o período do chamado "Dia dos Solteiros", em novembro, data festiva do calendário chinês marcada por fortes promoções de varejistas.

A empresa, um dos muitos nomes estrangeiros que vêm acirrando a disputa no varejo local, ao lado de companhias como Shopee, de Cingapura, atualmente freta oito aviões semanais, após expansão neste ano ante seis anteriormente.

A diretora do AliExpress no Brasil, Briza Bueno, disse a jornalistas que uma nova expansão logística perene de voos depende do resultado de vendas. "Estamos sempre abertos a esse movimento, é só realmente a gente entender como isso acontece pós-11/11".

O chamado Dia dos Solteiros é uma data de vendas criada pelo próprio Alibaba na China, a partir de uma comemoração informal no país que ocorre em 11 de novembro. No início, em 2009, era um festival de 24 horas, agora tratam-se de duas semanas de promoções. O período começa em 1° de novembro e, no Brasil, a companhia promete descontos de até 90%.

A data vem semanas antes da Black Friday, período promocional de vendas mais recentemente consolidado no Brasil e que ocorre no final de novembro.

O AliExpress também lançou nesta quinta-feira, em parceria com a Infracommerce, "full commerce" no país - oferta de serviços, incluindo de logística, para os vendedores de seu marketplace. Com o serviço, a empresa amplia a concorrência com rivais já estabelecidos no país como Mercado Livre, Via, Magazine Luiza e Americanas.

Briza reiterou que ter um centro de distribuição no país está nos planos do AliExpress, mas não deu detalhes de quando o projeto deve sair do papel.

O AliExpress prevê crescimento de vendas no período do Dia dos Solteiros no Brasil ante o ano passado, mas Briza não deu detalhes.