Alimentação consciente pelo planeta, defende Morena Leite no Rio Gastronomia

·3 min de leitura

Culturalmente, a proteína animal é parte importante à mesa em todas as refeições do país. Mas a chef Morena Leite, do Capim Santo, mostrou como um cardápio 100% vegetal pode ser igualmente ou até mesmo mais versátil e saboroso na aula "Cozinha tropical brasileira em versão vegana”, no Audiório Senac do Rio Gastronomia neste sábado (dia 18).

— Eu sou vegana? Não. Mas eu como de maneira consciente e controlada pelo meu corpo e pelo planeta — disse a chef, que cresceu acompanhando a dieta macrobiótica dos pais. — Hoje, diminuir a frequência do consumo de carne nas refeições é um movimento natural, deixou de ser coisa de povo natureba, esquisito.

Foram três receitas que surpreenderam na apresentação e no sabor. A entrada foi um vol-au-vent de abóbora com farofa de feijão verde. Uma moqueca de banana da terra com farofa de flocos de arroz foi a sugestão de principal e, de sobremesa, veio o sonho de tapioca com creme de cupuaçu.

Além de palavras positivas, de alimentação consciente e exemplos de projetos solidários em prol de um mundo melhor, como o Instituto Capim Santo, Morena também falou sobre o que é gastronomia para ela.

— Gastronomia para mim é amor, técnica, planejamento e intuição. Amor de canceriana, técnica cozinheira formada na escola Le Cordon Bleu, e planejamento eu aprendi na prática desses 22 anos de restaurantes e eventos — definiu Morena, ressaltando que a profissão não é lá tão glamourosa quanto pintam. — Para ser cozinheiro, tem que ter útero, vontade de nutrir, de servir. Sucesso para mim é poder fazer aquilo que você gosta.

Com mais horas num dia do que simples mortais, Morena prepara o lançamento de um novo livro "Brasil ritmos e receitas", em parceria com Moreno Veloso.

O Rio Gastronomia é realizado pelo jornal O GLOBO, com apresentação do Senac RJ, cidade-anfitriã Invest.Rio | Prefeitura RJ, patrocínio master do Santander, patrocínio de Stella Artois, Naturgy, Coca-Cola e Sebrae, apoio de Secretaria de Turismo Governo do Estado do Rio de Janeiro, Gosto da Amazônia, Aspen Pharma, Amázzoni Gin, Água Pouso Alto, Supermercado Zona Sul, Sesc RJ, iFood e Loft, ticketeria oficial Ingresso Certo e parceria de SindRio.

Já comprou o seu ingresso?

As entradas custam R$ 65 (sáb e dom, ou R$ 32,50, a meia) e estão à venda pelo site ingressocerto.com/riogastronomia. Crianças de até 10 anos não pagam. Roda-gigante: R$ 15 (individual) e R$ 50 (para quatro pessoas).

Desconto:

Outra opção é o ingresso solidário Mesa Brasil Sesc RJ com 30% de desconto, fazendo uma doação de R$ 10 ou R$ 5 revertida em alimentos para o projeto. Na compra do ingresso para um dia, assinantes O GLOBO ganham uma 2ª entrada. Mais informações sobre descontos para assinantes do GLOBO e Valor Econômico, alunos Senac RJ e clientes Santander estão no riogastronomia.com.

Cuidado redobrado:

Os protocolos sanitários das autoridades de saúde serão seguidos. Será exigido o passaporte da vacina, com documento de identificação.

Onde:

Jockey Club Brasileiro. Praça Santos Dumont 31, Gávea.

Horários:

Sáb, do meio-dia à meia-noite. Dom, do meio-dia às 23h. Até 19 de dezembro.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos