Almería interrompe negociação com Palmeiras por Gustavo Scarpa

Thiago Ferri e William Correia
Com negociação interrompida, Gustavo Scarpa deve voltar a trabalhar com o elenco (Cesar Greco/Agência Palmeiras)


A negociação entre Almería e Palmeiras por Gustavo Scarpa foi interrompida. O próprio clube espanhol entrou em contato admitindo estar com dificuldades para fazer contratações neste momento e, com isso, o meia deve voltar a trabalhar com o elenco nos próximos dias.

O grande problema da equipe da segunda divisão da Espanha está no fair play financeiro do país. O clube conseguiu liberação dos organizadores da segunda divisão para gastar apenas 8 milhões de euros (cerca de R$ 37 milhões) em reforços, e queria desembolsar mais do que o dobro para levar não só Scarpa.


O posicionamento oficial de interromper a negociação foi a mais recente comunicação do Almería depois de ficar em silêncio. Em 28 de dezembro, o time da segunda divisão fez uma oferta de 7 milhões de euros (R$ 32,4 milhões), mais a participação em 30% do lucro de uma futura venda. Há alguns dias, o Palmeiras fez uma contraproposta e não vinha tendo resposta.

Diante da iminência de sair, Scarpa vinha treinando, mas sem participar dos jogos. Chegou a ir até os Estados Unidos e não ficar nem no banco de reservas nas duas partidas da Florida Cup. De volta ao Brasil, vem treinando separado e, a princípio, está descartado da estreia no Campeonato Paulista, nesta quarta-feira, contra o Ituano. Mas pode ficar à disposição do técnico Vanderlei Luxemburgo para enfrentar o São Paulo, no domingo.

Além de Scarpa, o Almería demonstrou interesse no atacante Julian Álvarez e no meia Matías Palacios, argentinos de River Plate e San Lorenzo, respectivamente. O objetivo, segundo a imprensa espanhola, era gastar 20 milhões de euros em reforços (R$ 92,7 milhões). O aporte, incomum para um time de segunda divisão, é possível porque, em agosto, Turki Al-Sheikh, ministro da Arábia Saudita, tornou-se sócio majoritário, disposto a não economizar para tornar a equipe uma potência - já é líder e deve subir.

A alternativa, então, passou a ser liberar espaço na folha salarial. O Almería anunciou que jogadores seriam liberados para equipes do exterior. Recentemente, um dirigente falou que quatro atletas vão para quatro países diferentes. Porém, o jornal espanhol As noticiou que jogadores do clube fizeram denúncias à Associação de Futebolistas Espanhóis de que estão sendo pressionados a aceitarem ofertas de valor acima do mercado, de equipes dos Emirados Árabes Unidos, para que se atinja 20 milhões de euros em saídas.

Em seu segundo ano no Palmeiras, Scarpa atingiu números importantes em 2019. Foi o artilheiro do clube, ao lado de Dudu, com 13 gols, além de ter dado seis assistências, tornando-se o segundo jogador do elenco com mais participação em gols de 2020, atrás só de Dudu. E terminou a Libertadores como palmeirense mais vezes eleito o melhor em campo (três) e segundo maior goleador de toda a competição, tendo balançado as redes em seis oportunidades. Com três gols, ainda foi o artilheiro do Verdão no Paulista.