Aluna de medicina na USP confessa desvio de dinheiro de festa de formatura

Alicia Dudy Muller, de 25 anos, confessou o desvio do dinheiro que seria utilizado para a festa de formatura dos colegas, informou a delegada Zuleika Gonzales na tarde desta quinta-feira. De acordo com a polícia, ela sacou parte do dinheiro para "investir de melhor forma" do que estava sendo aplicado pela empresa de formatura escolhida por seus colegas.

— Ela começou a perder dinheiro, as aplicações não deram certo, e ela começou a se desesperar — disse a delegada. — Ela começou a retirar mais quantias e passou a realizar apostas na loteria. Na angústia e no desespero de continuar perdendo dinheiro ela não conseguia parar de efetuar as apostas. Em determinado momento, ela começou a gastar a quantia com gastos pessoais. Com aparelhos eletrônicos, aluguel de carro e de apartamento.

A jovem, portanto, confessou o crime de apropriação indébita. A prisão da jovem, diz a delegada "é improvável e não impossível" e que está "analisando" se pedirá a prisão da estudante.

Entenda o caso

Alicia Dudy Muller é suspeita de ter desviado cerca de R$ 927 mil reais do fundo de formatura da turma de medicina da Universidade de São Paulo. O caso tornou-se público após a garota confessar que tinha perdido o dinheiro dos colegas em um grupo de WhatsApp.

Antes do conflito público com os colegas, Alicia contava com um currículo de destaque, ao menos na área acadêmica. Em entrevista ao jornal da USP em 2018, ano em que ingressou na faculdade após três anos de cursinho pré-vestibular em uma das instituições mais renomadas do país, o Poliedro. Seu sonho era seguir na área de cirúrgia.