Aluno cita Hitler em anuário da Avenues, escola mais cara de SP

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - Um aluno da Avenues, escola de Nova York com uma unidade em São Paulo, citou uma frase do líder nazista Adolf Hitler no anuário do colégio. Os exemplares foram impressos e distribuídos para parte dos estudantes.

Escrita em inglês, a frase diz que "qualquer um pode lidar com a vitória, mas só os poderosos podem suportar a derrota". Abaixo da declaração, o aluno inclusive colocou o nome do ditador alemão.

A Avenues é considerada a escola mais cara da capital paulista, com mensalidade acima dos R$ 12 mil. Procurado, o colégio confirmou o ocorrido para a reportagem.

Nesta quinta-feira (2), ao perceber a citação, a escola enviou um comunicado aos pais e responsáveis dos alunos. Assinada por John Ciallelo, diretor do ensino fundamental 2 e ensino médio do colégio, ela afirma que "embora a frase em si, isoladamente, não seja ofensiva, o fato de ser uma citação de Adolf Hitler é extremamente ofensivo e não tem lugar no nosso anuário, nem em nenhum lugar na nossa comunidade."

A Avenues diz ainda que a citação da frase atribuída a Hitler não foi identificada durante o processo de edição e revisão do anuário. Por isso, ele foi distribuído normalmente para os formandos nesta semana.

"Lamentamos muito que isso tenha acontecido e nos desculpamos, já que sabemos que ver uma citação de Adolf Hitler é extremamente ofensivo", segue a nota. A escola afirma que vai rever os protocolos de edição para evitar que episódios como este voltem a se repetir.

O colégio informou que está coletando todos os exemplares que já foram distribuídos para reimprimir a página sem a citação. "Também vamos reimprimir essa página nos outros anuários antes de distribuí-los aos alunos do 6º ao 11º ano [a escola segue a nomenclatura americana para identificar as séries]."

O colégio, localizado no bairro do Morumbi, informou ainda que está conversando com os alunos para reforçar valores de "acolhimento, segurança e respeito."

Na carta, o colégio informa que o assunto foi reportado à Federação Israelita de São Paulo e que estava em contato com o presidente da instituição para pedir desculpas.

A reportagem questionou se o aluno responsável pela citação sofreria alguma repressão, mas o colégio disse apenas que "o assunto será tratado internamente".

Presidente da Federação Israelita, Marcos Knobel afirma que a escola foi rápida e mandou um comunicado para a entidade emitir uma nota para a instituição de ensino.

"A escola logo se responsabilizou. Estamos em contato com a escola que se mostrou solícita e pediu desculpas", disse ele que atribui ao colégio a responsabilidade de investigar os motivos do aluno ter citado Hitler no anuário.

"A maior lição disso é a necessidade de educar toda a nossa sociedade sobre o que foi o Holocausto, o que foi o nazismo", diz Knobel. "Independente da classe social, muitas não sabem e desconhecem o que foi esse período da história."

Leia a carta da escola na íntegra: Gostaria de informar a todos de um incidente que veio ao nosso conhecimento ontem e o que estamos fazendo em resposta.

Ontem soubemos que um aluno incluiu uma citação de Adolf Hitler no recém impresso anuário da Secondary Division. Embora a frase em si isoladamente não seja ofensiva, o fato de ser uma citação de Adolf Hitler é extremamente ofensivo e não tem lugar no nosso anuário, nem em nenhum lugar na nossa comunidade.

Infelizmente, a citação não foi identificada durante o processo de edição e revisão anterior à impressão e entrega do anuário aos nossos formandos ontem. Lamentamos muito que isso tenha acontecido e nos desculpamos, já que sabemos que ver uma citação de Adolf Hitler é extremamente ofensivo. Estamos revisando nossos protocolos de edição do anuário para garantir isso não volte a acontecer no futuro. Também estamos conversando com nossos alunos para reforçar nossos valores de acolhimento, segurança e respeito, além das nossas expectativas de que esses valores sejam seguidos sempre.

Além disso, estamos coletando todos os anuários distribuídos para os formandos e imprimindo novamente a página que continha essa citação. Também vamos reimprimir essa página nos outros anuários antes de distribuí-los aos alunos do 6º ao 11º ano.

Estou tratando desse assunto diretamente com o aluno envolvido e sua família. Sei que todos vocês compreendem que não compartilhamos detalhes de circunstâncias que envolvem alunos individualmente, incluindo consequências disciplinares.

Também soubemos que esse assunto foi reportado à Federação Israelita de São Paulo. Estamos em contato com o presidente da Federação para nos desculparmos diretamente e informá-lo das ações corretivas que estamos tomando.

Mais uma vez, pedimos desculpas por esse grave descuido no processo de produção do nosso anuário e a ofensa causada. Se tiverem qualquer dúvida, por favor entrem em contato comigo.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos