Alunos de escola em São Paulo são punidos por fotos com bandeira do PCB

·2 min de leitura
Alunos de escola em São Paulo são punidos por fotos com bandeira do PCB. Foto: Reprodução / Metropoles.
Alunos de escola em São Paulo são punidos por fotos com bandeira do PCB. Foto: Reprodução / Metropoles.
  • Alunos posam no interior do colégio e comemoram com a bandeira nas mãos;

  • Direção do Colégio Koelle informou, em comunicado, que tomou "sanções disciplinares cabíveis";

  • No Twitter, usuários criticaram o posicionamento da escola.

Estudantes de uma escola particular em Rio Claro (SP) foram punidos pela direção da instituição por tirarem fotos com a com bandeira do Partido Comunista Brasileiro. Em imagem divulgada pelo portal Metrópoles, os alunos posam no interior do colégio particular e comemoram. 

A direção do Colégio Koelle informou, em comunicado, que tomou "sanções disciplinares cabíveis" e que a "política institucional do é não participar de nenhuma manifestação político-partidária".

Ainda de acordo com a nota, o grupo de alunos, formandos das 3ª.s séries do Ensino Médio, participava de um ensaio fotográfico com uma empresa terceirizada contratada pela comissão de formatura. Nas imagens, um funcionário aparece fotografando os jovens.

No Twitter, usuários criticaram o posicionamento da escola. 

Ao finalizar o comunicado, a direção se desculpou pelo ocorrido. "Repudiamos veementemente que alunos, professores e demais colaboradores manifestem seu posicionamento político no ambiente escolar. Nas atividades escolares, por força de norma inserida no Regimento Escolar do Colégio Koelle, é “vedado aos nossos professores fazer proselitismo político-partidário ou religioso sob o pretexto de liberdade de cátedra”.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos