Alunos e professores de escolas estaduais de SP terão acompanhamento de psicólogos

ISABELA PALHARES
·1 minuto de leitura

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - O governador João Doria (PSDB) anunciou nesta quarta (17) a contratação de mil psicólogos para atuar nas 5.100 escolas estaduais e dar suporte aos 3,5 milhões de alunos da rede estadual. A saúde emocional dos estudantes depois do longo período de fechamento das escolas foi um dos fatores considerados pelo governo para organizar o retorno das aulas presenciais neste ano. "Todas as escolas serão atendidas pelos psicólogos para dar apoio aos professores e ajudar no acolhimento dos alunos", disse o governador. Os mil psicólogos vão atuar, principalmente, de forma virtual nas escolas. Cada profissional foi contratado para trabalhar 40 horas semanais e as unidades deverão agendar o atendimento. Rossieli Soares, secretário de Educação, ressaltou que o trabalho dos profissionais não será de atendimento clínico, mas de apoio socioemocional aos professores e alunos. "O objetivo desses profissionais não será clinicar, mas melhorar o ambiente escolar nesse momento de pandemia em que há tantos medos, incertezas", disse o secretário. Para o atendimento com psicólogos, o governo estadual irá investir R$ 60 milhões ao ano. O projeto já era estudado antes mesmo da pandemia, depois do massacre na escola estadual Raul Brasil, em Suzano.