Alunos fazem ações contra homenagem na Alesp a militar que ordenou invasão da PUC em SP

·2 minuto de leitura

BRASÍLIA, DF (FOLHAPRESS) - O Centro Acadêmico 22 de Agosto, entidade representativa dos alunos de direito da PUC-SP, tem organizado ações para barrar a votação do projeto de resolução que tramita na Assembleia Legislativa de São Paulo e pretende criar a Medalha de Mérito de Segurança Pública Deputado Erasmo Dias.

Em setembro de 1977, Dias, então secretário de Segurança Pública, ordenou a invasão da Pontifícia Universidade Católica por 3.000 policiais, que interromperam uma atividade pública dos estudantes pela reorganização da UNE (União Nacional dos Estudantes).

A ação resultou na detenção de 854 pessoas, levadas ao Batalhão Tobias de Aguiar. Delas, 92 foram fichadas no Deops (Departamento Estadual de Ordem Política e Social de São Paulo) e 42 acabaram processadas com base na Lei de Segurança Nacional, acusadas de subversão.

A despeito disso, o ato dos alunos saiu vitorioso: tornou-se bandeira da resistência pacífica contra os militares e impulsionou o processo de reconstrução da UNE, então na ilegalidade.

O centro acadêmico fez um abaixo assinado que, no momento, conta com 3.560 assinaturas. Dentre os nomes mais conhecidos que assinaram o documento estão Juca Kfouri e José Dirceu (PT). Ele também divulgou uma carta aberta aos alunos da PUC explicando quem foi Erasmo Dias e apresentando as críticas ao projeto de resolução.

Os alunos também colaram lambe-lambes pela cidade com críticas à ditadura, ao fascismo e em memória às vítimas do regime militar.

O projeto é assinado por 20 parlamentares, a maior parte deles bolsonaristas ou ligados à pauta da segurança pública, como Gil Diniz (sem partido), Douglas Garcia (PTB), Valéria Bolsonaro (PRTB) e Conte Lopes (PP).

O texto diz que Dias teve "notória participação no Movimento de Março de 1964, quando a sociedade reconhecia o Exército, na figura de Erasmo Dias, como a força que pôs fim a anarquia comunista."

"Não há que se negar que Erasmo representa a imagem do cidadão de bem, íntegro, de nobres valores, que alicerçou sua vida na carreira militar com diferenciado empenho", completa.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos