Alvaro Dias deve fazer críticas sutis a Moro em disputa ao Senado

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - Mesmo irritado com seu ex-pupilo Sergio Moro (União Brasil), o senador Alvaro Dias (Podemos-PR) não pretende polarizar diretamente com ele na disputa pelo Senado.

A orientação de Dias é fazer apenas referências sutis ao ex-juiz, mencionando que é coerente, tem história na política e não é oportunista. Todas características, avalia sua campanha, que não se aplicam a Moro.

Dias aposta em seu eleitorado cativo no estado para renovar seu mandato no Senado. No ano passado, ele foi um dos principais responsáveis pela entrada de Moro na política, incentivando-o a se filiar ao Podemos e disputar a Presidência.

O ex-responsável pela Lava Jato, no entanto, mudou de partido, de projeto político e de estado, transferindo o domicílio eleitoral para São Paulo. A mudança foi vetada pela Justiça, e ele terá de concorrer pelo Paraná.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos