Alvinho Lima, o 'Príncipe da sofrência', lança DVD

·2 minuto de leitura

Conhecido como "Príncipe da Sofrência", Alvinho Lima foi revelado para todo o Brasil no programa "Domingo Show", de Geraldo Luís, em 2016, quando tinha apenas 9 anos, e agora está lançando seu primeiro DVD, com Matheus Kennedy, produtor do cantor Tierry.

Natural de Olindinha, cidade do interior da Bahia a 200km da capital Salvador, o cantor de 14 anos viu sua vida se transformar e foi alcançando seus sonhos. De origem humilde, hoje ele faz sucesso por todo o país e também nas plataformas de streaming.

O início

Vivendo com sua família, pai, mãe e cinco irmãos, o cantor ajudava a garantir o sustento trabalhando com os pais fabricando e vendendo cofrinhos de gesso. Determinado a mudar o futuro da sua família, sem nunca desistir da música e dos seus sonhos, Alvinho conquistava compradores do seu artesanato com a sua voz e o carisma, enquanto cantava para os clientes canções populares do segmento sertanejo.

— Quero poder com a música seguir ajudando minha família e dar para eles o que há de melhor. Eles merecem tudo", conclui o cantor.

Reconhecimento

Após impressionar com a sua história de vida e talento, cantando ao vivo na TV, Alvinho entrou para o casting da AP6 Entretenimento e seguiu na sua caminhada como artista, emplacando músicas nos estilos sertanejo universitário e arrocha, além da mistura dos dois, conhecida como "arrochanejo".

Hoje, o cantor tem feito shows por todo o Brasil e já lançou o seu DVD, intitulado “Príncipe Alvinho”. O hit "Tia", canção integrante do DVD, em menos de uma semana já atingiu quase 200 mil visualizações no canal oficial do artista no YouTube. O single "Casquinha", lançado este ano em parceria com Anna Catarina, integra algumas das playlists mais executadas do Spotify Brasil, atingindo as paradas de sucesso também no streaming.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos