Alvo de bolsonaristas, Alexandre de Moraes celebra 7 de setembro: "Comemoramos a democracia"

·2 minuto de leitura
Judge Alexandre de Moraes reacts after he was nominated to the Supreme Court by Brazil's President Michel Temer (not pictured) in Brasilia, Brazil, March 22, 2017. REUTERS/Adriano Machado
Alexandre de Morael é um dos principais alvos dos bolsonaristas neste 7 de setembro (Foto: REUTERS/Adriano Machado)
  • Alexandre de Moraes celebrou o 7 de setembro por meio das redes sociais

  • Ministro do STF falou sobre "respeito à democracia"

  • Alexandre de Moraes é um dos principais alvos dos manifestantes bolsonaristas na manifestações pelo país

O ministro Alexandre de Moraes, do Supremo Tribunal Federal, usou as redes sociais para celebrar o Dia da Independência neste 7 de setembro. Segundo Moraes, é um dia que garantiu a liberdade dos brasileiros. 

"Nesse Sete de Setembro, comemoramos nossa Independência, que garantiu nossa Liberdade e que somente se fortalece com absoluto respeito a Democracia", escreveu nas redes sociais. 

Leia também

Este conteúdo não está disponível devido às suas preferências de privacidade.
Para vê-los, atualize suas configurações aqui.

O ministro é um dos principais alvos dos apoiadores de Jair Bolsonaro (sem partido) nos atos a favor do presidente em todo o Brasil. Moraes é o relator do inquérito que investiga a organização de atos antidemocráticos. Além dele, outro alvo de Bolsonaro e dos bolsonaristas é o ministro do STF e presidente do Tribunal Superior Eleitoral, Luís Roberto Barroso. 

Discurso de Bolsonaro contra o STF

Ao discursar na manhã desta terça-feira (7) em Brasília, Bolsonaro atacou diretamente a Corte e os ministros

"Ou o chefe desse poder enquadra o seu ou esse poder pode sofrer aquilo que nós não queremos. Que nós valorizamos e reconhecemos e sabemos o valor de cada poder da República. Nós todos aqui na Praça dos Três Poderes juramos respeitar a nossa Constituição. Quem age fora dela se enquadra ou pede pra sair", afirmou o presidente em discurso inflamado.

Em seguida, os apoiadores do presidente iniciaram uma sequência de gritos "Fora STF!". O discurso de Bolsonaro teve como alvo Luiz Fux, presidente do Supremo, além dos ministros Alexandre de Moraes e Luís Roberto Barroso.

O presidente deve voltar a discursar por volta das 16h na Avenida Paulista, em São Paulo. 

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos