Alvo de operação da PF contra máfia dos cigarros, filho de Sérgio Cabral tem perfil discreto nas redes sociais

À frente de uma grande produtora de eventos e ter irmão e pai na vida pública, José Eduardo Neves Cabral tem um perfil discreto nas redes sociais, com apenas 231 publicações e pouco mais de 1.700 seguidores. O terceiro filho do ex-governador Sérgio Cabral com sua primeira mulher, Suzana Neves, prima de Aécio Neves, aparece em fotos apenas acompanhado, geralmente, da família. Alvo da Operação Smoke Free, da Polícia Federal e do Ministério Público Federal, contra organização criminosa armada e especializada na venda ilegal de cigarros, ele é considerado foragido por não ter sido encontrado na ação desta quarta-feira.

Quem é Adilsinho? Alvo da Operação Smoke Free ficou conhecido por festão no Copacabana Palace durante a pandemia

De filho de Sérgio Cabral a ex-treinador da CBF: veja lista de alvos de operação da PF

José Eduardo é dono da ZC Entretenimento, uma produtora de eventos, feiras e shows. Entre os artistas contratados para suas produções estão nomes como Ludmilla, Ferrugem e Belo. Os negócios também aparecem no feed do filho de Cabral, com vídeos feitos dos palcos dos espetáculos.

As últimas publicações mostram a mulher dele grávida e uma outra foto em que eles aparecem juntos num chá de revelação. Vascaíno, ele também tem foto com o irmão Marco Antônio Cabral e crianças em um estádio de futebol. Ele também tem publicações em que exibe momentos íntimos com o pai e com os irmãos, aparentando uma boa relação familiar.

Smoke Free: Filho de Sérgio Cabral é um dos alvos de operação contra venda ilegal de cigarro; prejuízo é de R$ 2 bi à União

Em um vídeo publicado nas redes sociais de Marco Antônio como parte da campanha dele para o cargo de deputado federal, José Eduardo fala da proximidade com o irmão e credita a ele o gosto pela música.

"Marco me mostrou meu primeiro pagode. A primeira vez que ouvi Arlindo Cruz, Belo, foi com ele", e também agradece ao irmão pela escolha do time, o Vasco: "Obrigado por ser vascaíno. É da família já, não tem escolha".

Preso no Batalhão de Operações Especiais (BEP), o ex-governador Sérgio Cabral chegou a passar mal ao saber que o filho do meio era alvo da operação e teve que ser atendido na enfermaria da unidade de saúde da cadeia. De acordo com a PM, o estado de saúde dele é estável.