América Central e Caribe, vulneráveis à carestia de alimentos por guerra na Ucrânia

Borrell está visitando vários países da América Latina. O chefe de política externa da União Europeia, Josep Borrell (D), fala enquanto a ministra das Relações Exteriores do Panamá, Erika Mouynes (E), ouve durante uma reunião ministerial conjunta da Comunidade do Caribe (CARICOM) e do Sistema de Integração Centro-Americana (SICA), na Cidade do Panamá, em 3 de maio , 2022 (AFP/STR) (STR)

A América Central e o Caribe integram a "sub-região mais vulnerável" das Américas à alta dos preços dos alimentos devido ao conflito entre a Rússia e a Ucrânia, disse nesta terça-feira (3) a chanceler do Panamá, Erika Mouynes.

"O Caribe, junto com a América Central, é a sub-região do hemisfério mais vulnerável à alta dos preços internacionais, inclusive os alimentos, já que importamos quase todos os cereais que consumimos", afirmou.

"Já estamos sentindo essas consequências em uma espiral vertiginosa, e não vai parar logo. Os estragos da guerra na Ucrânia, que já nos atingiram, continuarão, levantando-se ou não a bandeira da paz nessa região", alertou Mouynes durante uma reunião na Cidade do Panamá com chanceleres da América Central e do Caribe, da qual o Alto Representante para Assuntos Exteriores da União Europeia, Josep Borrell, também participava.

"A pandemia deixou em nós sequelas profundas. Em nossas economias, em nossos sistemas de saúde. E quando apenas esperávamos levantar a cabeça, a invasão da Ucrânia nos alerta para novas e inevitáveis consequências mundiais", pontuou a chanceler, em uma mesa com representantes de 18 nações.

Borrell reconheceu que a reunião é celebrada em um "contexto geopolítico difícil" e admirou "a clara posição que tem tido a América Latina em conjunto, principalmente a América Central e o Caribe ao condenarem a agressão russa à Ucrânia".

"As consequências desta guerra vai afetar a todos nós", disse Borrell.

Na segunda-feira, Borrell, informou a criação de um sexto pacote de sanções da União Europeia contra a Rússia por sua "agressão injustificada" contra a Ucrânia.

mav/mr/gf/mvv

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos