AM: Militares exigiram alteração em nota de alunos, denunciam professores de escola da PM

·1 minuto de leitura
Colégio Militar da Polícia Militar do Amazonas (CMPM1). Foto: Reprodução / Internet.
Colégio Militar da Polícia Militar do Amazonas (CMPM1). Foto: Reprodução / Internet.
  • O sindicato encaminhou as denúncias à Seduc e ao Ministério Público;

  • Professores são obrigados a alterar as notas dos alunos e dar aulas aos sábados;

  • Escolas da polícia militar na capita amazonense já receberam visitas do Executivo federal.

Carga horária acima do permitido, coação e assédio moral por parte dos militares para alterar nota de alunos: em Manaus (AM), professores do Colégio Militar da Polícia Militar (Unidade Cachoeirinha) denunciaram ao Sindicato dos Trabalhadores em Educação do Estado do Amazonas (Sinteam) uma série de abusos ocorridos na escola.

Entre os relatos, há professores que contam terem carga horária excedida por semana e aula aos sábados. 

O sindicato encaminhou as denúncias à Seduc, ao Ministério Público do Trabalho e ao Conselho Estadual de Educação pedindo providências. 

Leia também:

“Eles nos relataram que estão trabalhando 26 horas por semana, sendo que a carga horária é de 20 horas semanais. Além disso, estão sendo obrigados a alterar as notas dos alunos e dar aulas aos sábados. É importante enfatizar que, em nenhum momento, os trabalhadores deixaram de trabalhar, mesmo na pandemia, pois as aulas continuaram de forma remota, cumprindo todos os requisitos pedagógicos da Seduc, disse a presidente do Sinteam, Ana Cristina Rodrigues.

As escolas da polícia militar na capita amazonense já receberam visitas do presidente Jair Bolsonaro (sem partido). Em dezembro de 2017, antes de ser candidato oficial para o Executivo federal, foi o patrono da formatura de uma turma do CMPM 1. 

Ao lado do governador Wilson Lima, já participou de solenidade no Colégio Militar da Polícia Militar 5 para certificados e medalhas aos estudantes amazonenses premiados em concursos. 

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos