Amazon compra fabricante de robô aspirador por mais de R$ 8 bilhões

Produto fez muito sucesso durante a pandemia (Getty Image)
Produto fez muito sucesso durante a pandemia (Getty Image)
  • Amazon resolveu desembolsou uma quantia considerável de dinheiro

  • Produto já tem integração com a assistente de voz Alexa

  • Companhia diz que não restringirá sistemas concorrentes no aparelho de limpeza

Queridinho em muitos lares, o robô aspirador quebra um galho na hora de manter a casa limpa. Apesar de ter vendido muitos exemplares durante a pandemia, Roomba, fabricante do IRobot, registrou uma diminuição nas aquisições após o término do período de isolamento social.

Após divulgar as receitas de receitas de US$ 255,4 milhões no segundo trimestre, bem abaixo da previsão dos analistas, que estava fixada em US$ 301 milhões, a empresa será comprada pela Amazon. A gigante da tecnologia vai pagar US$ 1,65 bilhão pela aquisição, o equivalente a mais de R$ 8 bilhões.

“Ao longo dos anos, a iRobot mostrou sua habilidade de reinventar a maneira como as pessoas limpam suas casas com produtos práticos e inovadores”, anunciou Dave Limp, vice-presidente da Amazon Devices, em nota.

O diretor-presidente da iRobot, Colin Angle, diz que a empresa de Jeff Bezos é o lugar certo para a companhia continuar a criar novos produtos. Essa poderia ser uma forma de avançar em inovações que facilitem limpeza de ambientes. O executivo vai continuar no cargo após a conclusão da operação.

Atualmente, já é possível acionar os robôs através do software de voz Alexa. A ideia é ampliar ainda mais as possibilidades. No entanto, um porta-voz da Amazon informou que a empresa não tem planos de restringir o uso de outros assistentes de voz para quem comprar o IRobot. Além do sistema da Amazon, o produto ainda pode ser acionado pelos programas rivais, como os da Apple e do Google.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos