Amazon apresenta o Proteus, primeiro robô para armazéns

Em abril, através de uma carta aos acionistas, o CEO da Amazon, Andy Jassy, havia prometido que as altas taxas de lesões na empresa seriam tratadas de forma sistêmica (Getty Creative)
Em abril, através de uma carta aos acionistas, o CEO da Amazon, Andy Jassy, havia prometido que as altas taxas de lesões na empresa seriam tratadas de forma sistêmica (Getty Creative)
  • Proteus será utilizado nos galpões da empresa para deslocar grandes carts de carga

  • Amazon divulgou um vídeo sem som, mostrando o funcionamento do robô

  • CEO da Amazon, Andy Jassy, havia prometido que as altas taxas de lesões na empresa seriam tratadas de forma sistêmica

A Amazon apresentou, nesta terça-feira (21), o Proteus, tido como seu “primeiro robô móvel totalmente autônomo”.

Segundo informações do portal Tecmundo, o robô será utilizado nos galpões da empresa para deslocar grandes carts de carga. Ao contrário de modelos anteriores, o Proteus, de acordo com a Amazon, é seguro para circular entre funcionários.

Em seu canal no YouTube, a Amazon divulgou um vídeo sem som, mostrando o funcionamento do robô, que permanece com um sensor de luz verde quando está em movimento. Ao detectar uma pessoa, o robô imediatamente para.

Em abril, através de uma carta aos acionistas, o CEO da Amazon, Andy Jassy, havia prometido que as altas taxas de lesões na empresa seriam tratadas de forma sistêmica.

Ainda segundo a Amazon, a missão do Proteus é “desempenhar um papel complementar em tarefas que humanos não são capazes de operar com segurança ou rapidez”.

Rumores

Em entrevista à revista Forbes, Tye Brady, líder da divisão de robótica da companhia, afirmou que “substituir pessoas por máquinas é apenas uma falácia”. A declaração veio após a divulgação de projeções que sinalizavam que a Amazon poderia ter, em breve, dificuldades para encontrar trabalhadores no futuro.

No início de junho, o presidente-executivo de consumo da Amazon, Dave Clark, anunciou que deixará o cargo após 23 anos para seguir novos desafios, mas não especificou quais seriam. A saída é mais uma anunciada pela empresa, que vem contabilizando demissões de grandes executivos, inclusive de seu fundador, Jeff Bezos.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos