Amazon busca encerrar investigações antitruste da UE, dizem fontes

·1 min de leitura

Por Foo Yun Chee

BRUXELAS (Reuters) - A Amazon está lidando com duas investigações antitruste da União Europeia para tentar evitar multas pesadas e ordens para mudar suas práticas de negócios, disseram pessoas com conhecimento do assunto.

Há um ano, a Comissão Europeia acusou o maior varejista online do mundo de usar seu poder e dados para obter uma vantagem injusta sobre lojistas que vendem em sua plataforma.

A Comissão também decidiu investigar o possível tratamento preferencial da Amazon para suas próprias ofertas de varejo e as de vendedores que usam seus serviços de logística e entrega.

A Amazon está em discussões preliminares com o órgão regulador da concorrência da UE e ofereceu concessões para tratar de suas preocupações, disseram as fontes.

As negociações podem levar meses para serem concluídas, sem nenhuma garantia de que ambos os lados chegarão a um acordo.

A Comissão, que pode multar as empresas em até 10% de seu faturamento global, 38,6 bilhões de dólares no caso da Amazon, com base na receita do ano passado, não quis comentar.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos