Amazon compra operadora de saúde por R$ 21 bilhões

One Medical opera em uma dúzia dos principais mercados dos Estados Unidos e trabalha com mais de 8 mil empresas para oferecer benefícios de saúde a seus funcionários (Getty Creative)
One Medical opera em uma dúzia dos principais mercados dos Estados Unidos e trabalha com mais de 8 mil empresas para oferecer benefícios de saúde a seus funcionários (Getty Creative)
  • One Medical foi adquirida por cerca de R$ 21 bilhões

  • Empresa opera em uma dúzia dos principais mercados dos Estados Unidos

  • A aquisição da One Medical seria uma das maiores da história da Amazon

A Amazon anunciou nesta quinta-feira (21) a aquisição da empresa de saúde primária One Medical, em um acordo financeiro avaliado em aproximadamente US$ 3,9 bilhões (cerca de R$ 21 bilhões).

O One Medical é um serviço de atendimento em caráter de associação que promete aos clientes "acesso 24 horas por dia, 7 dias por semana, ao atendimento virtual". A empresa opera em uma dúzia dos principais mercados dos Estados Unidos, de acordo com seu site, e trabalha com mais de 8 mil empresas para oferecer benefícios de saúde da One Medical a seus funcionários.

Em 2018, a Amazon adquiriu a PillPack, uma farmácia online, e depois lançou sua própria farmácia digital nos Estados Unidos. Pouco tempo depois fez uma parceria com a JP Morgan Chase e a Berkshire Hathaway para o fornecimento de serviços e seguros de saúde a um custo menor para trabalhadores e famílias nas três empresas. Esse programa, chamado de Haven, foi encerrado no ano passado.

Com sede em São Francisco, a One Medical viu a demanda por seus serviços aumentar nos últimos anos em meio à pandemia de Covid-19 e à ascensão do setor de telemedicina. Em seu relatório trimestral de ganhos mais recente, a empresa contabilizou 767.000 associados, o que significou um aumento de 28% ano a ano. A One Medical tornou-se pública em janeiro de 2020.

A aquisição da One Medical seria uma das maiores da história da Amazon, que concordou em comprar a rede de supermercados Whole Foods, em 2017, por US$ 13,7 bilhões e, no início deste ano, fechou um acordo de US$ 8,5 bilhões para comprar o icônico estúdio de cinema Hollywood MGM.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos