Amazon no Morumbi? São Paulo explica especulações

Jorge Nicola
·1 minuto de leitura
Jogadores do São Paulo comemoram gol da vitória contra o Red Bull Bragantino com camisa sem patrocínio máster (Rubens Chiri/São Paulo)
Jogadores do São Paulo comemoram gol da vitória contra o Red Bull Bragantino com camisa sem patrocínio máster (Rubens Chiri/São Paulo)

O patrocínio pontual fechado pelo Flamengo com a Amazon fez ressurgirem os boatos de que a gigante americana fecharia contrato de patrocínio máster com o São Paulo. O Blog checou com uma fonte no Morumbi e a realidade, pelo menos por ora, é bem distante.

Não existe negociação próxima, tampouco discussão sobre valores ou tempo de contrato. O Tricolor de fato busca um parceiro comercial e enxerga na Amazon uma enorme oportunidade, talvez a melhor do mercado.

Leia também:

O que de fato ocorreu foi um aumento na esperança são-paulina de que pode haver acordo com a Amazon em um futuro não tão distante depois de a gigante americana do comércio eletrônico ter fechado com o Flamengo, ainda que apenas por um jogo.

O "Prime Videos", um dos braços da Amazon, ocupou as costas da camisa rubro-negra na disputa da Supercopa do Brasil contra o Palmeiras, neste domingo. O acerto rendeu cerca de R$ 1 milhão ao Fla.

Pouco depois de tomar posse como presidente do São Paulo, Julio Casares confirmou ao Blog que não havia tido qualquer conversa com os representantes da Amazon. Porém, o Tricolor buscaria uma aproximação.

A ideia do São Paulo é encontrar um parceiro disposto a pagar pelo menos R$ 16 milhões por temporada. O Banco Inter desembolsava R$ 12 milhões no último ano de contrato.

>> Ouça o 'Segunda Bola', o podcast do Yahoo com Alexandre Praetzel e Jorge Nicola