Amazon retira obrigação de máscara para funcionários vacinados

·2 min de leitura
A empresa teria enviado um aviso aos funcionários de operações, declarando que os trabalhadores vacinados não são mais obrigados a usar máscaras a partir de 2 de novembro. No entanto, as máscaras ainda serão necessárias se as leis estaduais ou locais as exigirem. (SEBASTIEN BOZON/AFP via Getty Images)
  • Amazon retirou obrigação do uso de máscara para funcionários totalmente vacinados

  • Porém, se a regra local exigir o uso de máscara, os funcionários precisarão usar

  • Companhia tem relaxado suas diretrizes de segurança para os trabalhadores

A Amazon está retirando seu mandato de máscara para trabalhadores de depósito totalmente vacinados nos EUA. A empresa enviou um aviso aos funcionários de operações, declarando que os trabalhadores vacinados não são mais obrigados a usar máscaras a partir de 2 de novembro. No entanto, as máscaras ainda serão necessárias se as leis estaduais ou locais as exigirem.

Leia também

“As vacinas estão universalmente disponíveis nos Estados Unidos e as taxas de vacinação continuam aumentando, o que permite a capacidade de retornar à nossa política de máscara anterior”, diz o aviso. Um porta-voz da Amazon confirmou através de comunicado que a empresa retirará seus mandatos de máscara para funcionários vacinados.

“Durante a pandemia COVID-19, a saúde e a segurança de nossos funcionários tem sido nossa prioridade número um. A partir de terça-feira, 2 de novembro, os funcionários de operações de campo dos Estados Unidos totalmente vacinados não serão mais obrigados a usar coberturas faciais no trabalho, a menos que seja determinado de outra forma pelos regulamentos federais, estaduais ou locais”, disse um porta-voz da Amazon.

“Continuamos avaliando todas as nossas medidas de segurança COVID-19 temporárias, fazendo ajustes em alinhamento com as orientações das autoridades de saúde pública e nossos próprios especialistas médicos para priorizar a saúde e a segurança dos funcionários”.

Após aumento de COVID, Amazon havia restabelecido mandato de máscara

Em agosto, a Amazon restabeleceu sua política de mandato de máscara para funcionários vacinados e não vacinados em resposta a um aumento nos casos COVID-19. Isso aconteceu logo depois que a Amazon parou de exigir coberturas faciais para trabalhadores vacinados em maio.

Parece que a Amazon está lentamente relaxando suas diretrizes de segurança para os trabalhadores à medida que as vacinas se tornam disponíveis para quase todos, incluindo crianças. A Amazon interrompeu seus testes COVID-19 no local em julho e seus funcionários corporativos retornarão ao escritório no início de 2022.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos