Amazon vai permitir que lojistas no Brasil vendam para clientes no exterior

A partir de hoje, todos as empresas parceiras da Amazon Brasil poderão exportar seus produtos. O programa Vendas Internacionais, lançado em outubro de 2021, que até então era restrito para convidados, passa a estar disponível para todas empresas, desde que cumpridos alguns critérios.

Apple: Pagamento a prazo, tradução de fotos e clique contra relacionamentos abusivos. Confira 16 novidades

Templo do luxo: Daslu vai a leilão nesta terça com lance inicial de R$ 1,4 milhão

FGTS: Como investir na privatização da Eletrobras. Prazo termina na quarta

Entre eles, os produtos devem seguir requisitos e certificações americanas. Isso porque é nos Estados Unidos que fica a central logística para onde as mercadorias brasileiras são enviadas e depois encaminhadas para outros países quando for usada a operação da Amazon.

A companhia de Jeff Bezos, fundada em Seattle, Washington, disse que para internacionalizar o negócio, oferece apoio em ferramentas de venda e divulgação das mercadorias dos seus sellers, apoio de infraestrutura logística da Amazon EUA para armazenagem e entrega dos produtos em outros países e auxílio em todas as etapas do processo de vendas e frete.

E, se o produto precisar de alguma certificação, ou o vendedor parceiro não tiver certeza das exigências, a Amazon disponibiliza uma rede de prestadores de serviço que pode apoiar neste processo.

A expansão do serviço faz parte de um pacote de mudanças logísticas anunciadas nesta terça-feira de outros serviços que eram limitados a São Paulo.

Segurança: Quais são os cinco golpes mais comuns pelo celular e como se proteger

Em uma deles, vendedores do Rio e Paraná passarão a fazer parte do escopo do FBA (Fullfilment by Amazon), um processo em que a Amazon é responsável desde o armazenamento e empacotamento do produto, até o envio e o atendimento ao cliente.

Entregas mais rápidas

Já o Delivery by Amazon, passará a atender mais de mil cidades em dez estados e no Distrito Federal. É um programa que surgiu no ano passado e nele a Amazon se encarrega de fazer a coleta no endereço escolhido pelo vendedor, com tarifas a um custo mais baixo e entregas mais rápidas

"Além disso, os pedidos são 100% rastreáveis aos clientes, que podem ter frete grátis para todo o Brasil em compras acima de R$ 79", explica Ricardo Garrido, diretor da Loja de Vendedores Parceiros da Amazon Brasil.

Já a Indique e Ganhe é a única novidade que não se trata de expansão, mas de uma ação nova. Com o objetivo de aumentar sua rede, a empresa vai dar até R$ 200 para o vendedor que fizer indicação de outro para abrir a sua loja no site.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos