Ambev construirá usina de cilindros de oxigênio para hospitais em SP

Marcus Couto
·1 minuto de leitura
Enfermeira com cilindro de oxigênio em hospital de Brasília. (Foto: AP Photo/Eraldo Peres)
Enfermeira com cilindro de oxigênio em hospital de Brasília. (Foto: AP Photo/Eraldo Peres)

A cervejaria Ambev, uma das maiores do mundo, dona de marcas como Skol e Brahma, entre outras, auxiliará o governo do estado de São Paulo com a construção de uma fábrica de cilindros de oxigênio.

Leia também:

Os cilindros serão doados aos hospitais do estado, principalmente os da rede pública, pressionados com o aumento no número de casos da COVID-19.

Baixe o app do Yahoo Mail em menos de 1 min e receba todos os seus emails em 1 só lugar

Siga o Yahoo Finanças no Google News

Em situações mais graves, pacientes com o sistema respiratório comprometido precisam de oxigênio suplementar, por isso a alta na demanda por esses cilindros.

O acordo entre Ambev e o estado de São Paulo foi firmado nesta segunda-feira, segundo o portal InfoMoney.

A estimativa é de que a usina, que será construída em Ribeirão Preto (SP), fique pronta em dez dias, e forneça até 120 cilindros de oxigênio por dia.

COVID-19 no Brasil

O Brasil é hoje líder mundial em mortes pela COVID-19 em 7 dias, segundo dados da Organização Mundial da Saúde.

O número de casos já superou os 12 milhões, com cerca de 10.5 milhões de recuperados e 294 mil mortos em decorrência de complicações relacionadas à doença.

Segundo especialistas, a falta de uma campanha nacional coordenada de enfrentamento da doença agrava o quadro da saúde nacional.

Assine agora a newsletter Yahoo em 3 Minutos

Siga o Yahoo Finanças no Instagram, Facebook, Twitter e YouTube