American Airlines prevê retorno de lucros com recuperação de reservas

·1 min de leitura

Por Rajesh Kumar Singh e Abhijith Ganapavaram

CHICAGO (Reuters) - A American Airlines Group se tornou a mais recente companhia aérea nesta quinta-feira a oferecer uma perspectiva otimista sobre as reservas de voos, dizendo que a recuperação no número de passageiros ajudará a empresa a voltar a registrar lucro no trimestre corrente.

As ações da maior companhia aérea dos Estados Unidos por capacidade de assentos dispararam nas negociações pré-mercado, com a empresa com sede no Texas também dizendo que o aumento da demanda por viagens se traduziu em vendas "recordes" em março e elevou a receita mensal acima dos níveis pré-pandemia de 2019.

A companhia estima que sua receita no trimestre até junho aumentará de 6% a 8% em relação ao mesmo período de 2019. Analistas, em contrapartida, projetam que a receita trimestral da empresa recuará cerca de 6% em relação ao período pré-pandemia, mostraram dados da Refinitiv.

"O cenário de demanda é muito forte", disse o presidente-executivo da American Airlines, Robert Isom, em comunicado.

Após uma retração causada pela variante Ômicron do coronavírus no início do ano, a demanda por viagens tem se recuperado. O tráfego de passageiros dos EUA tem representado em média cerca de 89% dos níveis pré-pandemia desde meados de fevereiro, mostraram dados da Transportation Security Administration.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos