Americanas: BBB23 já tem sua primeira desistência antes do início do reality show

Gigante do varejo abandona apoio tradicional ao programa

Foto: Reprodução
Foto: Reprodução

O Big Brother Brasil 23 nem começou e já tem uma séria desistência no time do reality show da Globo. Mas calma, não foi um dos 22 participantes que pediu para sair e sim o maior patrocinador do programa que estreia no próximo dia 16 de janeiro.

Após a divulgação de um rombo na ordem de R$ 40 bilhões nas contas da Americanas, sim a marca de ecommerce e lojas físicas, eles decidiram não mais patrocinar o programa e focar nos problemas internos. As ações da empresa têm caído na bolsa e o valor de mercado despencou nas últimas horas, colocando a imagem do conglomerado no chão.

O anúncio da saída da marca do quadro de patrocinadores aconteceu nesta sexta-feira (13), às vésperas da estreia. Eles eram donos da maior cota de patrocínio do programa, avaliada em R$ 105 milhões, e teriam diversas inserções dentro e fora do reality durante os três mese que o BBB estivesse no ar, segundo apuração do Estado de São Paulo.

O veículo ainda ressalta que várias empresas de varejo começaram uma corrida pelo espaço na atração, que tem previsão de faturamento superior a R$ 1 bilhão, mas o Mercado Livre chegou à frente na entrega e o contrato já estaria assinado. Eles inclusive já divulgaram que são patrocinadores oficiais nas redes sociais.

 

Com isso, todas as ações promovidas pela Americanas já prontas, como provas e mercado, terão sua identidade gráfica alterada para o novo patrocinador. Assim como o time comercial e de publicidade do Mercado Livre deve começar um plantão para deixar uma estratégia pronta para aproveitar o boom.