1 / 5

Viúva toca o rosto do marido transplantado em outro homem

AP Photo/Charlie Neibergall

Após doação, viúva reencontra o rosto do marido em outro homem

Em 2006, aos 21 anos, o americano Andy Sandness tentou se matar com um tiro no queixo. Ele não morreu, mas ficou sem nariz e mandíbula, com a boca dilacerada e sem a visão do olho esquerdo, segundo a agência de notícias AP.

Arrependido de tentar tirar sua vida, Sandness implorou para que os médicos recuperassem seu rosto, o que só ocorreu 10 anos depois. Ele recebeu a face transplantada de um jovem que atirou contra a cabeça, mas que não resistiu e morreu.

Em junho, veio a notícia de que havia um potencial doador. Calen ‘Rudy’ Ross se suicidou aos 21 anos. A viúva dele, Lily Ross, de 19, na época grávida de oito meses, autorizou a doação de órgãos, inclusive da face.

Uma tomografia computadorizada e outros testes indicaram muitas semelhanças entre os dois homens, o que impressionou os médicos.

O transplante envolveu 60 profissionais e durou 56 horas: foram 24 horas para retirar o rosto do doador e outras 32 horas para implantá-la no paciente.

Neste mês, Sandness finalmente conheceu Lily Ross e o filho dela, Leonard, num encontro muito emocionado. Eles se abraçaram e disseram se sentir como uma família agora.

Inicialmente, Ross estava preocupada antes do encontro com medo de reviver certas lembranças de seu marido. Ao contrário, ela viu um homem cuja vida mudou por causa do presente de seu marido.