Amiga relata séries de abusos que Britney Spears sofreu por parte do pai, e empresário da cantora pede demissão

·2 minuto de leitura

Em 2008, Jacqueline Butcher foi figura essencial para estabelecer a tutela de Britney Spears. Mas o tempo passou e a moça, amiga da cantora, se arrependeu e mudou de ideia, revelando ao mundo a série de abusos que viu a estrela pop sofrer ao longo dos anos por parte do pai, James Spears.

"Eu achei que estava ajudando, e no fim fiz o contrário. Ajudei uma família corrupta a tomar todo esse controle“, disse Jacqueline à The New Yorker. "Certa vez, Britney estava de joelhos e tinha uma TV ligada por perto. Jamie disse: 'Amor'. Pensei que ele diria: 'Nós te amamos, mas você precisa de ajuda'. Mas o que ele falou foi: 'Você está gorda. Papai vai conseguir para você um personal trainer e uma dieta e você vai voltar à boa forma."

De acordo com ela, os abusos aconteceram depois que Britney raspou os cabelos e saiu da reabilitação. O papel da cantora como mãe também era alvo.

"Ele chegava bem perto do rosto dela, com saliva voando, dizendo que ela era uma vadia e uma péssima mãe. Quando a Britney queria ver os filhos, Lynne (mãe da estrela) só dizia: 'Obedeça seu pai e eles vão te liberar'."

Empresário de Britney pede demissão

Empresário da cantora desde 1995, Larry Rudolph enviou uma carta de demissão a James Spears e Jodi Montgomery, os responsáveis pela tutela da cantora, nesta segunda-feira. A informações são do portal americano ''Deadline''. De acordo com o empresário, a artista pretende se aposentar:

"Faz mais de dois anos e meio desde a última vez que Britney e eu nos falamos e, na época, ela me informou que queria fazer uma pausa indeterminada na carreira. Hoje mais cedo, fiquei sabendo que Britney tem expressado sua intenção de se aposentar oficialmente ''

Larry ainda esclareceu que nunca fez parte da tutela de Britney e reforçou que sua demissão e do interesse de Brtiney: ''Nunca fiz parte da tutela ou suas operações então não conheço esses detalhes. Eu fui originalmente contratado por pedido da Britney para ajudar gerenciar e auxiliar sua carreira. E como seu empresário, eu acredito que seja do interesse da Britney que eu me demita de sua equipe já que meus seviços profissionais não são mais necessários. Por favor, aceitem essa carta como meu pedido formal de demissão."

A demissão do empresário acontece em meio às disputas pelas tutela de Britney. Apesar de ter denunciado o tratamento recebido pelo pai no fim de junho, a Corte dos Estados Unidos decidiu manter a tutela até setembro. Uma nova audiência sobre o caso deve acontecer em 14 de julho.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos