Amistoso do Brasil e Coreia do Sul leva clima de 'festival' aos arredores do estádio, diz imprensa local

O Estádio da Copa do Mundo de Seul, que recebe o amistoso entre Brasil e Coreia do Sul, ganhou ares de "festival", de acordo com a imprensa sul-coreana. Num agradável clima de primavera, com temperaturas a cima dos 20 graus, o portal "Footballist" descreveu a "atmosfera" dos arredores do local do jogo como "quente" antes mesmo de a partida começar às 20h (no horário local). O público pôde curtir durante a tarde desta quinta-feira as diversas barracas de comida e de venda de produtos esportivos espalhadas pela rua durante o evento que, por si só, atraiu torcedores mesmo sem ingressos para entrar no estádio.

Uma brasileira identificada apenas como Mariana disse ao portal "My Daily" que esta é a primeira vez que ela assiste a um jogo de futebol no estádio desde que chegou ao país para estudar na Universidade Sogang há 10 meses.

— Sinto muito, mas acho que o Brasil vai ganhar o jogo de hoje. Há muitos brasileiros perto do estádio. Gosto desse ambiente — contou ela, vestindo uma camisa do Atlético Mineiro.

Um estudante coreano chamado Hakeu também elogiou o clima nos arredores do estádio.

— Estou muito animado. É o jogo antes da Copa do Mundo. Eu posso sentir a atmosfera da Copa do Mundo — afirmou.

Outro torcedor, Kang Byung-hwi, de 22 anos, apareceu para ver o jogo no estádio com uma camisa do Paris Saint-Germain com o nome de Neymar, atacante de quem ele é fã.

— Foi difícil conseguir ingressos, pois 740 mil pessoas competiram pelo site de reservas. Mal consegui um ingresso para mim — contou. — Quero que a Coreia vença, mas quero que Neymar marque [um gol]. Já são mais de 5 anos que torço pelo Neymar. Ele tem um estilo de jogo lindo.

Um homem na faixa dos 30 anos contou ao "Sportalkorea" que tirou férias no trabalho e chegou ao festival às 11h para aproveitar as atividades e garantir um traje completo da Seleção da Coreia do Sul.

Também foram promovidos leilões beneficentes de itens assinados pelos jogadores sul-coreanos. Um torcedor que mora em Daegu ofereceu 650 mil wones numa chuteira de Hwang Hee-chan e explicou que gostaria de ter algo memorável para dar a sua filha.

O evento foi organizado pela Associação de Futebol da Coreia (KFA, na sigla em inglês).

Recém-casados pedem gol de Son como presente de casamento

Já na parte de dentro do estádio, um casal na arquibancada chamou atenção ao exibir uma faixa anunciando que são recém-casados enquanto pedem um gol ao craque Son Heung-min, do Tottenham, justificando que seria "o melhor presente de casamento" — além de uma camisa dele.

Antes da partida, Son recebeu do presidente sul-coreano, Yoon Seok-yeol, a medalha do Dragão Azul, a mais alta homenagem entre as medalhas esportivas.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos