Amistoso do PSG na Arábia Saudita renderá mais de R$ 50 milhões ao clube francês

O jogo entre PSG e as estrelas de um combinado entre Al-Nassr e Al-Hilal, que marcará o reencontro entre Lionel Messi e Cristiano Ronaldo e vai acontecer no dia 19, renderá uma quantia milionária ao clube francês. Segundo o jornal "L'Équipe", o amistoso renderá pouco mais de 10 milhões de euros (cerca de R$ 55 milhões) ao time de Neymar e cia.

Um montante que será muito bem vindo. Recentemente, o Paris Saint-Germain registrou a maior massa salarial de todos os tempos para um clube de futebol profissional em 728 milhões de euros (cerca de R$ 4,07 bilhões, na cotação atual) por ano, mas os altos custos resultaram em perdas líquidas recordes de 369 milhões de euros para a temporada 2021/22.

Nestes tempos financeiros difíceis, estes 10 milhões de euros podem ser fundamentais para as finanças do clube. Além do mais, o PSG também foi multado pela UEFA por violar as regras do fair play financeiro (FFP) e foram condenados a pagar 10 milhões de euros incondicionais.

A expectativa em torno da partida é enorme, com a Autoridade de Entretenimento Geral da Arábia Saudita revelando que já recebeu mais de dois milhões de pedidos de bilhetes por torcedores, feitos de 170 países diferentes.

Os dois clubes deveriam ter disputado um amistoso em janeiro de 2022, mas a partida foi adiada devido à pandemia de Covid-19. A questão é que o confronto é uma obrigação contratual que ainda precisa ser cumprida.