Update privacy choices
Notícias

Após Datafolha, Henrique Meirelles se diz entusiasmado

JOANA CUNHA
Folhapress

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - Após oscilar de 2% para 3% na mais recente pesquisa Datafolha divulgada nesta segunda-feira (10), o candidato do MDB à Presidência, Henrique Meirelles, afirmou que sente um "entusiasmo enorme" e pensa em concorrer em 2022, mas "só se for para reeleição".

O candidato ressaltou que a nova pesquisa já traz os primeiros reflexos do início do horário eleitoral na TV, a que ele atribui seu crescimento dentro da margem de erro. Em levantamentos anteriores, Meirelles pontuava mais abaixo, com 1%. Com os 3% atuais, o emedebista está ao lado dos concorrentes Alvaro Dias (PODE) e João Amoêdo (Novo).

"Eu nunca fui candidato à Presidência e comecei a fazer campanha apenas depois que saí do Ministério da Fazenda. Com isso, só agora a população começou a me conhecer, e o resultado é espetacular", disse o ex-ministro da Fazenda, nesta terça (11) em evento de sua campanha, caminhando por ruas comerciais do bairro Santo Amaro, na zona Sul de São Paulo.

"Quando eu fui presidente do Banco Central, o Brasil viveu uma época maravilhosa, cresceu muito. Precisamos de quatro anos na Presidência para o Brasil crescer e, de fato, ser aquilo que todos nós queremos", afirmou Meirelles, que também foi presidente do BC nos oito anos de gestão Lula.

Questionado se pretende se candidatar de novo na próxima eleição, caso não vença em 2018, ele sorri e responde: "só se for para reeleição".

Meirelles, que também já foi presidente mundial do Bank Boston e ocupou a liderança de outras instituições financeiras, disse estar entusiasmado com a possibilidade de ir às ruas conversar com a população e conhecer queixas como excesso de impostos para os pequenos comerciantes e o desemprego.

Aos 73 anos e em sua primeira candidatura à Presidência, Meirelles, que tem um patrimônio de R$ 377 milhões, visitou o bairro de Parelheiros, no extremo sul da capital paulista nesta segunda (10). Ao ver esgoto a céu aberto, ele considerou a cena "chocante".

Reações

Leia também